Abstract

Futebol-negócio e ativismos torcedores: notas para um estudo da política em clubes da Europa e América do Sul

Resumo: Nesse artigo serão apontados elementos para um estudo da política nos clubes de futebol, estabelecendo conexões entre diferentes abordagens e realidades, sugerindo a viabilidade dessa vertente de estudos do futebol para o Brasil. Serão utilizados de seis casos que ilustram as distintas possibilidades de organização de torcedores, em especial aquelas que se propõem à defesa do clube: Os Belenenses (Portugal), Sevilla FC (Espanha), Hannover 96 (Alemanha), Racing Club (Argentina), Vitória (Brasil) e Colo-Colo (Chile). Os casos apresentam distintas realidades materiais e formações históricas, mas redundam igualmente em reivindicações de controle coletivo do clube pelo corpo de associados, pelo qual trataremos o pertencimento clubístico.